terça-feira, 13 de março de 2012

JESUS BATERIA EM UMA CRIANÇA?



Jesus bateria numa criança? Se Jesus fosse casado e tivesse filhos, ele aplicaria o uso da vara da correção?   Essa reflexão é importante, visto que temos a chamada "lei da palmada", que visa proibir que os pais  corrigiram seus filhos, usando para tanto a velha, útil, bíblica, e salomônica forma da vara da correção. O vídeo que você irá ver é esclarecedor, equilibrado e corajoso. Seria importante todos os que puderem e quiserem comentassem o vídeo, assim, seremos todos enriquecidos com as várias opiniões.
O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga. (Provérbios 13:24)

A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da correção a afugentará dela. (Provérbios 22:15)

Não retires a disciplina da criança; pois se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá. (Provérbios 23:13)

A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe. (Provérbios 29:15



Por John Piper. © Desiring God. Website:desiringGod.org
Tradução e Legenda: voltemosaoevangelho.com



7 comentários:

Anônimo disse...

Wanderson, primeiramente muito obrigada por ter me enviado esse email. Sou educadora a 30 anos nas series iniciais de um aescola municipal e concordo plenamente com o assunto aboradado, bem como,com esse riquíssimo video. O qual deveria ser discutido e socializados com milhoes de pessoas, assim sendo, tenho a certeza de que teriamos um mundo mundo melhor.Nossas crianças clamam por alguem que os mostre o caminho certo, por alguem que possa lhes dizer se esta certa ou errada. Sofrem como nunca o descaso, a solidao, o abandono e principalmente o vazio. A sociedade capitalista, exige um padrao que leva os pais a serem atropelados por um rolo compressor esquecendo de valor, que só podem ser construidos apartir do berço. Choro e me revolto, qdo vejo a midia ter tanto espaço par tanta banalidade, tanta futilidade e não destinar parte deste tempo para construir seres, vidas, para auxiliar os pais que tão somente se sentem perdidos e sem ação. A nós educadores tb está incumbida a tarefa de auxiliá-los nessa caminhada. A cada reunião de pais que faço, me realizo, tendo a certeza de que aqueles que me ouviram , nem que seja só por aquela noite, saberão que podem fazer a diferença na vida de seus filhos. Obrigada pela oportunidade de falar sobre algoi tão necessário nos dias atuais, grande Abraço Profª Marli G. Parlow

LUIZ disse...

Não concordo que tudo o que Piper disse, mas sem dúvida o que ele diz tem fundamento. A "Lei da Palmada", vai gerar um mau social a curto e longo prazo.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Caro Wanderson,

A paz amado!

Excelente observação aos pais que prezam pelo futuro de seus filhos.

A Bíblia sempre possue a maneira correta de procedimentos que produzem o saudável para a vida de cada um de nós.

Pena que muitos se senbilizam com os ensinos modernos e esquecem que o nosso Deus é Eterno e é o motivo de existir a palavra SABEDORIA.

Sábios são os pais que atentam para este grand detalhe esquecido neste século arrogante e desativado da verdade.

Parabéns pela postagem. O Senhor seja contigo!

O menor de todos os menores.

Mauricio Nepomuceno disse...

Caro Pr. Wanderson,
A discussão que você apresenta é uma das mais necessárias em nosso Brasil. De fato, a cultura brasileira está permeada de permissivismo e, com certeza, os adultos da geração anos 60, 70, que hoje estão no poder, e que têm uma dificuldade muito grande com a questão da autoridade, lutarão com energia para que somente uma autoridade seja respeitada: a deles.
Somente o Estado deve ser obedecido. Esse é o lema do nosso poder público. A revolta deles é contra Deus, sob cuja autoridade não desejam andar, mas da qual jamais conseguem escapar.
Abraços

Górgørα...♥ disse...

Eu concordo com o nque o Pastor disse,acho que usar a palmada para correção não é nada demais.Claro que espancar,bater com fio de ferro ou chicote não aí já é mais que abuso infantil.As pessoas que apoiam a lei da palmada,certamente já tem os filhos já casados e certamente vão chamar a super Nani para polos no cantinho da diciplina.Acho um absurdo em plena rede mundial que uma estranha vá na sua casa e te ensine como educar seu filho e como você deve agir.Acho totalmente vergonhoso pra falar a verdade,sou a favor da palmada como correção quando seu filho não lhe obedece,e se desde pequeno não o corrigirmos corretamente imagina o tipo de adulto que se formará.

António Jesus Batalha disse...

Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
PS. Se desejar seguir meu blog fique á vontade, eu vou retribuir.

Irmã Cíntia Pereira Roque disse...

É MIL VEZES MELHOR APANHAR DOS PAIS E APRENDER A SER GENTE DO QUE CRESCER SEM LEVAR UMAS VARADAS QUE POR SINAL NÃO MATA,E DEPOIS DE GRANDE FAZER COISA ERRADA PENSANDO QUE O MUNDO VAI SER IGUAIS A FAMÍLIA E ACABAR QUEBRANDO A CARA.Eu tinha 5 anos,eu fiz uma travesura e minha mãe me bateu pra me educar...nisso uma vizinha intrometida chamou a polícia sendo que eu merecia levar aquelas palmadas mesmo.hoje fico furiosa.por aquela mulher ter chamado a polícia.se eu também não tivesse levado as palmadas de minha mãe hoje eu teria dado pra vadia vagabunda.filho que não apanha dos pais quando crescer vai querer fazer o que quiser e as pessoas não vão aceitar.É MELHOR APANHAR DOS PAIS DO QUE DAS PESSOAS LA FORA.hoje eu tenho 14 anos e agradeço pelas surras que levei.